A Associação "Trilhos d'Esplendor" com sede na Praia de Quiaios, Figueira da Foz, pretende fazer em caminhadas guiadas uma descrição fotográfica da Flora da Serra da Boa Viagem e das Dunas de Mira, Gândara e Gafanhas. Também mostramos o uso fito-terapêutico desta Flora cujo valor na medicina tradicional é bem conhecido na população local. São todos convidados para descobrir a beleza florística desta terra. Visitem uma das regiões mais importantes de biodiversidade de Portugal!

Download of PDFs (2 Volumes - Eds. 2014):

"Polunin - Flowers of South-West Europe - revisited" (Vol. I - Introdução - 371 pp.) (->Download)

"Polunin - Flowers of South-West Europe - revisited" (Vol. II - Portugal - 1559 pp.) (-> Download)

(contains Web links to Flora-On for observed plant species, Web links to high resolution Google satellite-maps (JPG) of plant-hunting regions from the Iberian peninsula; illustrated text in Portuguese language)


Pesquisar neste blogue

Flora da Serra da Boa Viagem - Folha de Cálculo - > 500 Taxa - > 5000 Fotografias, Scans e Chaves

Polunin - Flowers of South-West Europe - revisited - última compilação

Polunin - Flowers of South-West Europe - revisited (Volume I - Portugal) Download PDFs (>300MB)

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Flowers of South-West Europe revisited (Index)

“Flowers of South-West Europe - a field guide” - de Oleg Polunin e B.E. Smythies


“Revisitas” de regiões  esquecidas no tempo - “Plant Hunting Regions” - a partir de uma obra de grande valor para o especialista e amador de botânica como da Natureza em geral.



Por
Horst Engels, Cecilia Sousa, Luísa Diniz, Nicole Engels, José Saraiva, Victor Rito
da
Associação “Trilhos d’Esplendor”


Index




Index



Index dos capítulos previstos ou publicados na contribuição  “Flowers of South-West Europe -  revisited” a partir do livro “Flowers of South-West Europe - a field guide” de Oleg Polunin & B.E. Smythies. Capítulos publicados aparecem em azul e são linkagens para os respectivos capítulos. O index contém também links para trabalhos originais e downloads debibliografia considerada importante.



Prefácio

1.1 Introdução  “A la recherche du temps perdu e ?retrouvé?”

1.2  Relevo, Geologia, Clima e Vegetação da Península Ibérica

1.2.1 Relevo e Geologia
1.2.2 Clima
1.2.3 Mudança do clima (projectos e perspectivas)
a. Climate Reports
  1. EEA Report 2004 - Impacts of Europe’s changing climate
  2. EEA Report 2012  - Environmental Indicator Report
  3. Climate Change 2013: The Physical Science Basis


b. A diagnóse de Copenhague em 2009  - “The Copenhagen Diagnosis”


c. Modelação global (GCMs) e Modelação regional (RCMs) do clima
i. O projecto  “ENSEMBLES”
    i. Modelação regional do clima para Espanha: o projecto  ESCENA
    ii. Regional Climate Models - a experiência Cordex
        a. Dynamical downscaling
        b. Statistical downscaling
    ii. Modelos acoplados (coupled models)



d. GLORIA - GLobal Observation Research Initiative in Alpine Environments
    Na Península Ibérica:
   
e. Clima na Espanha - Passado, Presente e Futuro (2010)


f. Existe Influença antropogénica na mudança do clima?
    i. The “Copenhagen Diagnosis”
    ii. Os céticos
   
g. Mudança do clima e implicações para a Biodiversidade na Peninsula Ibérica
a. Flora ibérica
b. Fauna ibérica
c. Refúgios e Endemismos ibéricos


h. Mudança do clima (na região árctica) - uma apresentação powerpoint


i. “Climate Crimes” - energias verdes e destruição da biodiversidade em nome da mudança do clima



1.2.4 Vegetação 
a. Introdução


b. Comunidades perenes mediterrânicas
ii. Matagal
c. Comunidades caducifólias da Europa Central e da Região atlântica
d. Comunidades montanas, sub-alpinas e alpinas
e. Comunidades marítimas e halofíticas
1.2.5 Estudos palinológicos e sedimentológicos
1.2.5.1 Paleoflora y Paleovegetación Ibérica
1.2.5.2 O projecto ‘Las Encinas’
1.2.6 Pré-História da Península Ibérica
1.2.6.1  Caçadores primitivos: período paleolítico
1.2.6.2  Caçadores primitivos posteriores à Idade Glaciária (8000-3000 a.C.)
1.2.6.3  Os primeiros Agricultores do Neolítico (5000-3000 a.C.)
1.2.6.4 Os construtores de megálitos
1.2.6.5 Os túmulos escavados na rocha e a Cultura do Tejo
1.2.6.6 A Cultura Campaniforme
1.2.6.7 A Idade do Bronze Inicial
1.2.6.8 A Idade do Bronze Tardia e os Alvores da História
1.2.6.9 A Idade do Ferro Céltica
1.2.6.10 Cronologia



2. Descrição das Regiões (Plant-Hunting Regions)

2.1 O Algarve
2.1.1 A Zona Costeira (Litoral)
2.1.1.1.1 Costa Vicentina
2.1.1.2 Centro
2.1.2 O Barrocal
2.1.3 As Serras
2.1.4 Avifauna do Algarve
2.1.5 Anexo: "Algarbien (1946)" de Moritz Willkomm
2.2 Serra da Arrabida
2.3 Costa de la Luz e Cota de Doñana
2.4 Parte ocidental da Costa del Sol (Sotogrande-Málaga)
2.5 Serranía de Ronda
2.6 Sierra Tejeda e Sierra de Almijara
2.7 Sierra Nevada
2.8 Sierra Morena
2.9 Sierra de Cazorla
2.10 Parte oriental da Costa del Sol (Málaga-Cabo de Gata)
2.11 Ilhas Baleares
2.12 Pinhal de Leiria e Beira Litoral
2.12.1 Cabo Carvoeiro e Pinhal de Leiria
2.12.2 Vegetação potencial da Beira Litoral
2.12.3 Geologia - A região carstica da Bacia Lusitanica
2.12.4 Estuário do Mondego
2.12.5 Cabo Mondego e Serra da Boa Viagem
2.12.6 Dunas de Mira, Gândara e Quiaios
2.12.7 Terras de Sicó
2.13 As Serras do Norte de Portugal
2.13.2 Serra da Estrela
(Geografia, Clima, Geologia, Geomorfologia e Solos)
(Bioclima, Biogeografia, Vegetação actual e potential)
          1. Penhas Douradas e Penhas da Saúde
      1. Os Habitats da Serra da Estrela
      2. Flora briológica e liquenológica
      3. Aspectos glaciários da Serra da Estrela
        1. Geologia e Geomorfologia
        2. Refugios e Endemismos
          1. Filogeografía ibérica (refugios dentro de refugios) (Parte 3)
            1. O que é “Filogeografia”?
            2. A fauna pleistocénica
              1. A topeira aquática (Galemys pyrenaicus) (Parte 4)
            3. A flora pleistocénica
              1. Fagus e outros caducifólios (Parte 5)
      4. “Cultural Landscapes of Europe” - Serra da Estrela, uma paisagem tradicional
        1. Mudança climática e sucessão vegetational no Holocénico
        2. Acção antropogénica e degradação florestal no Holocénico
        3. Um modelo para a gestão da Serra da Estrela
      5. A Fauna da Serra da Estrela
        1. Observação de Aves na Serra da Estrela
      6. Anexos (Index)
        1. Lista dos Habitats
        2. Introdução à Bioclimática
        3. Introdução à Biogeografia
        4. Introdução à Fitossociologia
        5. Introdução à Filogeografia
          1. Slideshow (Universidade do Porto)
          2. Avise (2009) phylogeography: retrospect and prospect
          3. Bloomquist et. al. (2010): routes to phylogeographic inference
          4. Statistical phylogeography
            1. Population Structures - F-Statistics
            2. The “structured coalescent” - Conceptual Models e DAGs
            3. MCMC - Markov chain Monte Carlo method
            4. NCPA - Nested Clade Phylogenetic Analysis
            5. Methods for constructing evolutionary networks from infraspecific DNA.
2.13.3 Serra de Caramulo
2.13.4. Serra do Alvão* e do Marão
2.13.5. Serra do Gerês
        1. 2.13.5.b Geografia, Bioclima, Geologia ...
2.13.6. Serra do Montesinho*

2.14 As Serras da Cordilheira Central da Espanha
2.15 As Serras do Sistema Ibérico (Parte Sul - Sierras de Cuenca e Teruel)
2.16 Sierra de Montserrat e Sierra del Montseny
2.17 Costa Brava
2.18 Sierra Segundera e Sierra de la Cabrera
2.18 A Cordilheira Cantábrica
2.20 As Serras do Sistema Ibérico (Parte Norte)
2.21 Os Pirineus
    2.21.1 Os Pirineus (Espanha)   
2.21.1.1 Pamplona (N240 - Alto do Loiti)
2.21.1.2 Yesa (Valle de Roncal)
2.21.1.3 Jaca (Col de Somport)
2.21.1.4 Biescas (Valle de Tena - Col de Portalet)
2.21.1.5 Huesca (Parque Nacional de Ordesa)
2.21.1.5.1 Bielsa (Valle de Pineta)
    2.21.1.5.2 Torla (Valle de Ordesa de de Bujaruelo)
2.21.1.6 Barbastro (Valle de Benasque)
2.21.1.7 Salardú (Valle de Arán)
2.21.1.8 Espot (Parque Nacional de Aiges Tortes)
    2.21.2 Os Pirineus (Andorra)
    2.21.3. Os Pirineus (França)
        2.21.3.3.1 Fillols
        2.21.3.3.2 Val d'Eyne
        2.21.3.3.3 Luchon
        2.21.3.3.4 Gave de Pau (Gavarnie)
        2.21.3.3.5 Gabas (Col de Portalet)
2.22 O Massif Central
2.23 A Camarga
2.24 O Alentejo
      1. O Alto Alentejo
      2. O Baixo Alentejo
        1. A estepe ceralífera de Castro Verde
        2. A Faixa Piritosa Ibérica
      3. A Costa Vicentina
2.25 Trás-os-Montes e Alto Douro
      1. Alto Douro
        1. Rio Côa
          1. Terras Quentes
          2. Terras frias
      2. O “Douro Internacional”
      3. O Parque Natural de Montesinho
2.26 As Estepes Ibéricas


3. Levantamento de Dados

3.1 Fotografia e Fenologia Vegetal

3.2 Estudos fitossociológicos

3.3 Mapas
3.4 Narrativas
3.5 Indicadores ambientais (EEA-2012)
3.6 Inqueritos
3.7 Antropologia Médica
3.8 Pesquisas ornitológicas

4. Mapas das Regiões (Plant Hunting Regions)

4.1 Algarve

4.1.1 Zona Costeira
    4.1.1.1 Barlavento (Costa Ocidental)
                4.1.1.1.1 Alentejo
        4.1.1.2 Costa Centro
        4.1.1.3 Sotavento (Costa Oriental)
4.1.2 O Barrocal
4.1.3 As Serras
    4.1.3.1 Monchique
    4.1.3.2 Malhão
    4.1.3.3 Caldeirão

4.2 Serra da Arrabida

4.3 Costa de la Luz e Cota de Doñana

4.4 Parte ocidental da Costa del Sol (Sotogrande-Málaga)

4.5 Serranía de Ronda

4.6 Sierra Tejeda e Sierra de Almijara

4.7 Sierra Nevada

    Trevelez.jpg

4.8 Sierra Morena

4.9 Sierra de Cazorla

4.10 Parte oriental da Costa del Sol (Málaga-Cabo de Gata)

4.11 Ilhas Baleares

4.12 Pinhal de Leiria e Beira Litoral

4.13 As Serras do Norte de Portugal (Serra da Estrela, do Marão, do Gerês)

    4.13.1 Serra da Lousã*
4.13.2 Serra da Estrela
    4.13.3 Serra do  Alvão* e Marão
    4.13.4 Serra do Gerês
4.13.5 Serra de Montesinho*

4.14 As Serras da Cordilheira Central da Espanha

4.15 As Serras do Sistema Ibérico (Parte Sul - Sierras de Cuenca e Teruel)

4.16 Sierra de Montserrat e Sierra del Montseny

4.17 Costa Brava

4.18 Sierra Segundera e Sierra de la Cabrera

4.19 A Cordilheira Cantábrica

4.20 As Serras do Sistema Ibérico (Parte Norte)

4.21 Os Pirineus

    4.21.1 Os Pirineus (Espanha)
        4.21.1.1 Pamplona (N240 - Alto do Loiti)
4.21.1.2 Yesa (Valle de Roncal)
4.21.1.3 Jaca (Col de Somport)
4.21.1.4 Biescas (Valle de Tena - Col de Portalet)
4.21.1.5 Huesca (Parque Nacional de Ordesa)
    4.21.1.5.1 Bielsa (Valle de Pineta)
    4.21.1.5.2 Torla (Valle de Ordesa de de Bujaruelo)
4.21.1.6 Barbastro (Valle de Benasque)
4.21.1.7 Salardú (Valle de Arán)
4.21.1.8 Espot (Parque Nacional de Aiges Tortes)
    4.21.2 Os Pirineus (Andorra)
            Andorra - Arinsal (100m) - Sat
    4.21.3. Os Pirineus (França)
        4.21.3.3.1 Fillols
        4.21.3.3.2 Val d'Eyne
        4.21.3.3.3 Luchon
        4.21.3.3.4 Gave de Pau (Gavarnie)
        4.21.3.3.5 Gabas (Col de Portalet)

4.22 O Massif Central

4.23 A Camarga

4.24 Alentejo (Tejo Internacional e São Mamede)*

4.25 Rio Douro e Afluentes (Douro Internacional e Rio Côa)*



4.26 As Estepes Ibéricas



5. Metodologias

    5.1 Introdução

5.2 Estudos fenológicos nas plantas (Fenologia Vegetal)

5.3 Métodos na Biosistemática

  1. Fitossociologia

  2. Sistemática filogenética
  3. Sistemática e Biogeografia
  4. Filogeografia, Genética da População e Conservação Animal

5.4 Estatística Multivariada

        i. Ordenação - Redução da Dimensionalidade
        ii. Classificação  - Agrupamentos

    5.5 Análise de sistemas

        i. Path Analysis (PLS)
        ii. Structural Equation Analysis (EQS)

5.6 Modelação do clima

i. Modelos estatísticos
ii. Modelos dinâmicos
iii. Modelos acoplados e “Downscaling”
            a. Modelos globais e Modelos regionais
            b. Modelação climática e Modelação de ecossistemas

6. Síntese & Conclusões



7. Bibliografia





Sem comentários:

Submitir informação sobre uma espécie de plantas

Seguidores